Editor de moda e o curso de jornalismo

cats

Gente! Como meu blog esta abandonado!! Confesso que não foi somente por falta de tempo, até porque estou de férias da faculdade. Um tempo para descansar sempre é bom né? Mas fora isso, a falta de posts também é por culpa de estar desanimado do blog, tem momentos da minha vida que eu estou tão motivado em ser um blogueiro profissional e tem outros momentos que eu já fico pensando: isso tudo não passa de uma grande besteira. Mas tomara que eu não tenha mais tantos momentos como este, porque eles podem acabar com sonhos.

Certo, chega de explicações. Hoje eu vou ter um papo com você super diferente do que eu estou acostumado a falar: vamos falar sobre a escolha da profissão dos sonhos.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a profissão que querem seguir na vida, e essa escolha é muito difícil mesmo. Se você ainda não se decidiu, tome cuidado para não tomar decisões precipitadas e acabar perdendo tempo com um curso cujo diploma nem vai sair da gaveta.

Já falei uma vez aqui no blog que para escolher a profissão que eu quero seguir precisei ir a um psicólogo, o que muita gente acha que é besteira, mas eu não posso concordar e indico muito que você faça o que eu fiz porque vai te ajudar e muito.

Antes de querer trabalhar em uma revista de moda, eu já quis ser estilista, mas percebi que tinha feito a escolha errada quando entrei em um curso de corte e costura. Costurar é para corajosos! Mas não me arrependo de ter entrado no curso e fui até o final. Já na parte de criação do estilismo, me dei bem, mas mesmo assim nunca tinha tanta criatividade, imagina quando eu tivesse que criar uma coleção com muitas peças? Só iria dar “Ctrl+c e Ctrl+v” nas criações dos outros, então desisti.

Depois que desisti de estilismo, eu não tinha a mínima ideia de qual curso fazer, mas sabia que tinha que ser ligado a moda, já que esta é a minha eterna paixão. Foi ai que a psicóloga me ajudou: eu amo revistas e mais ainda moda = Luis Santos editor de moda. Mas não acabou por ai, comecei a busca de qual curso deveria realmente fazer, já que não existe um curso para ser editor. Nisto posso dizer que a Giovanna Ferrarezi foi a minha fada madrinha, porque ela quer ser editora de moda também, e sempre postava no Twitter algo ligado ao assunto. E nunca me esqueci do dia em que eu estava procurando matérias do assunto e só achava porcaria, e a diva “Xovanni” postou no Twitter um link, logo cliquei e esse “post abriu”, nem vou dizer que cheguei ao final das minhas pesquisas né?

Descobri que para se trabalhar em uma revista é necessário ser um jornalista, ou não, já que vários editores de hoje não tem se quer um diploma e arrasam na profissão. Mas para não precisar de diploma precisa ser muito bom no que faz. Por isso escolhi fazer o curso de jornalismo, e depois deste irei cursar moda, mas na parte de editoriais (ainda não sei qual o nome exato para essa parte da moda). Quero mais de uma profissão no meu currículo: editor de moda é mais que certo, mas também quero entrar no mundo dos editoriais de moda, porque desde que passei a ser leitor da ELLE passei a amar essa parte da revista. São duas aeras bem complexas né? Mas nada é impossível!

Estou no segundo semestre do curso de jornalismo. No primeiro semestre fiquei meio perdido, mesmo no final dele, para se habituar na faculdade é bem mais difícil que na escola, vai se preparando ein!

Falaram para mim que eu ia ter que fazer trabalhos toda semana, o que é um exagero e depende muita da instituição que você escolher. Se você entrar em uma PUC da vida, pode ser  assim, mas já a faculdade que eu escolhi, não é. A mesma se chama FACCAMP, é no interior de São Paulo, na cidade de Campo Limpo Paulista. Nem preciso dizer que eu estou amando estudar lá né? Os professores são ótimos e os colegas de sala são, na maioria das vezes, bem unidos.

Eu tenho aula de Filosofia, Teorias da comunicação, Técnicas de Rádio e TV, Língua Portuguesa, Estética e História da Arte (<3), Teoria e métodos de pesquisa e Técnicas e gêneros jornalísticos.

Todas são aulas ótimas e muito precisas para a profissão de jornalista. Nem preciso falar que não é nada fácil seguir na profissão né? É preciso gostar do que faz, e se você realmente gosta, tudo fica mais fácil. A mesma coisa com as aulas, por exemplo, a aula de Estética e Historia da Arte é super fácil para mim, porque eu adoro demais arte, mas já para outras pessoas pode ser pior que matemática. Tudo fica mais fácil se você gostar, essa é a dica para ver se realmente você escolheu o curso certo na faculdade. Agora se você não gosta dos professores e nem das matérias, tem algo errado ai. Mas também entenda que a faculdade não é igual escola, se você não se empenhar em estudar isso pode te render prejuízos ($).

Para cursar jornalismo é necessário gostar de verdade da profissão e do que faz, porque se não irá trancar o curso com certeza! A principal dica que eu deixo para você que esta com um milhão de dúvidas e quer cursar jornalismo, ou vai ingressar na faculdade é se interessar pelas matérias e se desligar um pouco das notas, é claro que é preciso se preocupar com elas, mas se você estudar e ler muito com certeza sua nota não vai ser ruim.

Bom, não tenho muito que falar na verdade sobre a profissão jornalismo em si, pois acabei de começar e ainda estou no segundo semestre. Muitas coisas ainda irão mudar na minha vida por culpa do jornalismo, e eu estou ansioso para isso tudo.

Espero que tenham gostado, e não me deixem sozinho! Comentem suas opiniões, e dúvidas também, sobre o curso de jornalismo, sobre a profissão editor de moda e também sobre a vida de universitário. Beijos e até a próxima!

Anúncios