Chega de paixões platônicas

tumblr_lzav5wzuRU1qiz7pqo1_500_large

Depois de sair do trabalho, corri para casa, tinha que participar de uma surpresinha para a minha amiga Lia, e eu nunca deixaria de ir, mesmo que não tenha conhecido ela a muito tempo, mas já foi o suficiente para ter a certeza de que ela seria uma amiga para a vida toda. Até planos de morar juntos nós já fizemos para esse ano.

Estava me arrumando quando recebi um torpedo no celular, dizendo que eu já estava atrasado e que talvez ela chegasse antes de mim. Coloquei minha calça jeans preferida e também uma camiseta do Nirvana, e corri para onde iria ser a tal surpresa, nessa correria fiquei pensando na minha promessa de que eu nunca mais me atrasaria para nada. É, realmente promessas são frustrantes, a frustação é ainda maior quando é com você mesmo.

Quase colocando o coração para fora, cheguei. A surpresa era na casa de um amigo, que veio de bônus juntamente com a amizade que fiz com a Lia. Na casa dele, eu realmente me sentia a vontade, ali era um dos lugares que eu queria frequentar para a vida toda. Bolo na mesa, velas no bolo, convidados escondidos na cozinha e aniversariante a caminho da surpresa. Quando ela entrou na cozinha fizemos um auê, ela era digna daquilo, Lia me ajuda em coisas que eu nunca confiaria a ninguém, e nada melhor que uma surpresa, certo? Ela disse que adorou, e deve ter gostado mesmo, porque ela passou o dia no hospital, tinha passando mal.

Depois de conversas bestas jogadas fora, bolo, refrigerantes, Instagram e cigarros, ficamos sem assunto, e um celular toca na sala, o aviso de que o And tinha chegado, horas depois da surpresa por sinal. Não o conhecia, mas o sorriso envergonhado dele me fez querer ter certa intimidade.

Conversa vai, conversa vem, gargalhadas altas e mais bolo. Parecia a segunda-feira perfeita para os dias de férias. Olhando os olhos de cada um que estava ali, percebi que And não respondia ao meu olhar, ele era muito vergonhoso. Mas durante o assunto típico de jovens de vinte anos, que é a faculdade, puxei assunto com ele, perguntei se ele ainda estudava, e ele respondeu que sim, mas fiquei pensando: ele era muito alto para ter menos de dezoito anos, e ainda tinha uma tatuagem que cobria o braço inteiro. Foi ai que eu perguntei em que série ele estava, e a minha surpresa foi tão grande que eu não consegui não arregalar os olhos, ele estava no primeiro ano do ensino médio pela terceira vez! E respondendo a outra pergunta me disse que não queria fazer faculdade. Pessoas com essa opinião de vida eu costumo a ignorar e não manter certa amizade. Mas com And era diferente, parecia que ele era um convite para ter uma vida selvagem e rebelde. Sabe, abandonar tudo e morar num trailer. Nunca tive a vontade de fazer isto da minha vida, mas parece que naquela conversa era o certo a se fazer.

Fiz mais perguntas para ele, e todas foram respondidas do jeito que nenhum jovem que quer ter um futuro promissor responderia. Ele veio fumar narguilé do meu lado, ficamos quietos, e eu não parei de olhar para ele, acho que ele tinha aflorado um desejo dentro de mim, o desejo de viver sem se preocupar com o amanhã, aquilo parecia bom.

Já estava ficando tarde, me despedi do meu amigo, dono da casa, e eu e Lia enfrentamos uma leve garoa, And correu para nos alcançar, fiquei surpreso quando ele preferiu andar ao meu lado do que ao lado da minha amiga. Não conversamos mais nada, deixei a chuva conversar sozinha, eu não poderia perder aquele momento de arrepios causados pelo vento frio juntamente com a chuva, ou de arrepios causados por uma nova paixão. Ele se despediu de nós, fiquei meio chateado, queria que aquele momento durasse mais um pouquinho, ou então que terminasse com um beijo no meio da chuva, como no final de Bonequinha de Luxo. Um dia ainda terei um beijo daquele.

Já deitado em minha cama, não pude deixar de pensar nele, nos seus olhos, na sua boca e também na sua tatuagem. Costumo me apaixonar do nada, e quase sempre não dá em nada também. Mas desta vez, eu quero mudar, eu não quero ter mais paixões que depois de uma semana eu tento esquecer, eu quero ter uma que vire um amor e depois um filme.

Sonhei com And, ele estava comigo debaixo de uma garoa, algo me fazia chorar, estava frio demais, algo me deixava triste. Mas eu disse “And, me abrace”, e ele apaixonadamente me puxou com seu braço tatuado e me abraçou fortemente, e tudo ficou claro,  com um sol de verão e uma brisa de mar. Ai tive a certeza de que precisava dele, e desta vez eu faria o papel do homem que corre atrás da sua paixão, com força e garra, e jamais a deixa escapar, me deseja sorte?

Anúncios

35 comentários sobre “Chega de paixões platônicas

  1. “É, realmente promessas são frustrantes, a frustação é ainda maior quando é com você mesmo.” Poxa, nem fala Lu. Só esse ano comecei com UM MONTE, e até agora nada.

    KKKKKK, Estou aqui na torcida por você! Bem que você podia ter dado seu telefone pra ele! Seu bobo. Parece uma menina de colégio. Vai lá e agarra com unhas e dentes – e assusta todos os rapazes que nem eu faço – Haha.

    Sabe o que eu mais gosto no seu blog e na sua forma de escrita? É que são situações normais, entretanto quando eu vou lendo e lendo, passa um mini-filme na minha cabeça e é sempre muito comédia-tragi-romântica. Adoro mesmo e me identifico bastante.

  2. é engraçado como a gente tem sempre uma idéia da pessoa perfeita para nós, sabe? Aquela com quem queremos passar a vida toda e aquela que achamos que nos completa. Mas a verdade é que, na maioria das vezes, nos apaixonamos pela pessoa que não tem nada a ver com aquela imagem.Você só tem 20 aninhos, ainda tem muito tempo para um final feliz -aproveita o tempo enquanto não chegar lá 😉

    Passando para desejar um ótimo dia!
    Liz<3
    The Red Lil' Shoes Blog
    http://theredlilshoes.blogspot.com.br/

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s